MA já concluiu dezoito inquéritos por racismo

Racismo é muito praticado, mas pouco punido no Maranhão (Foto: Reprodução)

Ao final do ano passado, o Disque 100 registrou 615 denúncias de discriminação racial, 33,2% inferior aos números de 2017, quando foram feitas 921 comunicações à central. Neste ano, até o mês de junho foram 198 denúncias no Brasil, segundo dados do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos. No Maranhão, embora esteja contabilizado um registro em maio, esses números não refletem o que acontece na realidade.

Desde que foi criada, em setembro do ano passado em São Luís, a Delegacia de Combate aos Crimes Raciais, Agrários e de Intolerância, já contabilizou até agora 18 inquéritos concluídos de crimes de racismo e que foram encaminhados à justiça. Segundo a Delegacia, os agressores já estão respondendo a processo no âmbito judicial. Existem ainda 18 inquéritos abertos de crime de racismo em investigação.

A criação da delegacia é uma das medidas adotadas pelo Governo do Estado, para o combate específico destes tipos de delitos. Alocada de maneira estratégica na Secretaria de Estado Extraordinária de Igualdade Racial (Seir), o órgão faz parte da ação governamental para garantir atendimento especializado à população negra maranhense e aos grupos sociais que enfrentam casos de racismo, além de assegurar o devido processo legal, com a investigação efetiva e o encaminhamento dos casos à Justiça, para a punição dos infratores. Quem sofre na pele o preconceito, o racismo, lamenta ter que passar por situações constrangedoras.

Leia mais notícias em RadioNoticiaMaranhao.com.br e siga nossas páginas no Facebook, no YouTube e no Instagram. Envie informações à Redação do Rádio Notícia Maranhão por WhatsApp pelo telefone (98) 99121 5205.

DEIXE UM COMENTÁRIO