Inquérito apura atropelamento de PM em condomínio

Vítima teria sido atropelada quando deixava seu apartamento (Foto: Reprodução)

Ainda não se apresentou à polícia o suspeito de atropelar e arrastar uma policial militar dentro de um condomínio localizado  na Avenida General Arthur Carvalho, bairro Turu. Wanda Cabral é lotada no 1° Batalhão de Polícia Militar e foi atingida por um veículo Toyota Corolla de placas PMG-5258.

A vítima teria sido atropelada quando deixava seu apartamento para fazer uma viagem. Além fratura na bacia, ela teve lesões no rosto e escoriações em várias partes do corpo. O carro do motorista de aplicativo que teria ido buscar Wanda também foi atingido pelo suspeito. Segundo a Polícia Civil do Maranhão, o advogado de Rider Gomes de Aguiar, 35 anos, já procurou a delegacia para agendar a data da apresentação do seu cliente.

O estado de saúde da vítima não foi informado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES). A Polícia Civil disse que as investigações sobre o caso estão sendo conduzidas pela Delegacia de Acidente de Trânsito (DAT). “O inquérito que apura o fato está na fase das oitivas, com o depoimento de testemunhas”.

Leia mais notícias em RadioNoticiaMaranhao.com.br e siga nossas páginas no Facebook, no YouTube e no Instagram. Envie informações à Redação do Rádio Notícia Maranhão por WhatsApp pelo telefone (98) 99121 5205.

DEIXE UM COMENTÁRIO