Encontro sobre saúde mental marca Setembro a Amarelo

(Foto: divulgação)

O Ministério Público do Maranhão, por meio da Seção de Saúde Funcional, promoveu no auditório da Procuradoria Geral de Justiça, em São Luís, o 2º Meeting de Saúde Mental com o tema “Você não está sozinho”. A ação faz parte da campanha “Setembro amarelo: mês de prevenção ao suicídio”.

O evento reuniu membros e servidores e foi aberto pelo procurador-geral de justiça em exercício, Francisco das Chagas Barros de Sousa. “Nosso objetivo é oportunizar a todos um momento de reflexão. É preciso conversar, ouvir, interagir e evitar o isolamento em um mundo que esses momentos são mais raros”, avaliou.

Ao dar as boas-vindas aos participantes, a chefe da Seção de Saúde Funcional, Márcia de Souza Rodrigues, destacou a necessidade de observar os sinais de profundo sofrimento psíquico, que podem contribuir para o suicídio, a exemplo do isolamento. “No ambiente de trabalho, também devemos cuidar um dos outros”.

A programação teve seguimento com uma apresentação de três profissionais que atuam na área da saúde mental. Os promotores de justiça Fabíola Fernandes Ferreira (chefe de gabinete do PGJ) e Emmanuel Guterres Soarea (diretor-geral da PGJ) estiveram presentes no encontro.

A psicóloga Anize Angela Costa, especialista em violência doméstica contra criança e adolescente e em saúde mental, chamou a atenção para o número de mais de 800 mil mortes por ano resultado de suicídios, segundo a Organização Mundial de Saúde. “Esses casos são resultados de múltiplos fatores o que demanda várias formas de enfrentamento”.

Na avaliação do médico psiquiatra João Arnoud, momentos de conversa e reflexão, estimulados pela campanha Setembro Amarelo, são extremamente importantes pois ajudam a tirar o preconceito de quem precisa de ajuda profissional e tem receio em buscar apoio.

A assistente social e também especialista em saúde mental, Silvania Carvalho, tratou sobre o sentimento de solidão que, muitas vezes, contribui para os casos de suicídio. “Passamos muito tempo no trabalho e não podemos esquecer de olhar para quem está ao lado e, ao mesmo tempo, buscar qualidade de vida”.

DEIXE UM COMENTÁRIO