Roteiro Reggae: edição celebrou aniversário de São Luís e Dia Municipal do Regueiro

Como parte da programação do mês de aniversário dos 406 anos da capital, celebrados no último dia 8, e também pela passagem do Dia Municipal do Regueiro, comemorado em 5 de setembro, a Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Turismo (Setur), promoveu o Roteiro Reggae.

O evento integra o programa Reviva, criado na gestão do prefeito Edivaldo e abrange ainda o Sarau Histórico e o Passeio Serenata, todos com o objetivo de valorizar o Centro Histórico.

Ao som do ritmo jamaicano, com a presença de um guia e de grupos de dança, quem compareceu ao Roteiro Reggae pôde conhecer mais sobre os motivos que fizerem a Ilha do Amor ser conhecida também como a Capital Brasileira do Reggae.

O trajeto partiu da Praça Benedito Leite e passou pela Rua da Palma, Beco da Pacotilha, Rua do Giz, Rua da Estrela, Rua da Alfândega, Beco Catarina Mina, Rua Portugal, Rua do Trapiche e foi finalizado na Praça Dom Pedro II. Durante o passeio, diversos pontos que fazem referência ao reggae foram lembrados, como o próprio Museu do Reggae, a praça do Reggae, um salão de beleza afro e também pontos de comercialização de produtos voltados ao ritmo.

O público se encantou com cada detalhe do Centro Histórico, sobretudo com a Praça Dom Pedro II, onde está localizada a escultura Mãe d’Água Amazônica, reinaugurada recentemente pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

O Reviva é um programa criado pela Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Turismo (Setur), que acontece de julho a dezembro, com o objetivo de dar vida ao Centro Histórico. Fazem parte dele o Sarau Histórico, o Passeio Serenata e o Roteiro Reggae, todos trabalhando em conjunto para contar a história de São Luís ao público.

Ainda no mês de setembro, acontece o Passeio Serenata, no dia 19, partindo também da Praça Benedito Leite. O Passeio Serenata contribui de forma significativa para que os turistas conheçam a cidade. Não só os pontos turísticos, mas também os artistas, cultura e a história local. Fugindo do convencional, o evento oferece aos visitantes uma São Luís mais lúdica, através de músicas regionais e do cancioneiro popular nacional, e personagens da história ludovicense, em inserções durante o passeio.

DEIXE UM COMENTÁRIO