Bolívia Querida tem mais uma noite de decisão

(Foto; reprodução)

A palavra decisão estará presente cabeceira do Sampaio Corrêa até o fim da Série B. Não tem como ser diferente, afinal, a equipe Tricolor precisa de uma sequência vitoriosa para escapar da zona de fogo e se manter na segunda divisão do futebol nacional.

E o time boliviano já tem uma autêntica final na noite desta sexta-feira, às 21h30, no Estádio Castelão. Duelo contra o Fortaleza, líder da competição, e com um propósito fixado na mente; vencer. É o único verbo que a Bolívia Querida tem que conjugar daqui pra frente.

A crônica especializada já credenciou o favorito, que reside no Ceará. No entanto, trata-se de um confronto entre duas equipes grandes, tradicionais, em momentos distintos, é verdade, mas equivalentes no peso da camisa. Em casa, o Sampaio precisa se impor, mostrar porque é o campeão do Nordeste e dono de três títulos nacionais. Não há nada que apague tamanha honradez, que precisa ser dignificada em campo, traduzida em vitória. Sim, é só o que importa, independentemente do adversário.

É jogo pesado, espinhoso, e a torcida Tricolor pode ser um fator de desequilíbrio a favor do time do povo, que sabe a força que vem das arquibancadas nestes momentos de dificuldade. Não é só na vitória. Não é apenas quando tudo vai bem. É hoje, agora e sempre. Torcer para o Sampaio não tem estação. Que todos os caminhos levem ao Castelão na noite de hoje.

DEIXE UM COMENTÁRIO