Ambulantes têm barracas retiradas no Centro

Materiais de trabalho estavam amarrados, por meio de correntes, a postes e pontos de ônibus (Foto: Reprodução)

Bancas e barracas de comerciantes informais que estavam amarradas, por meio de correntes, a postes e pontos de ônibus no entorno da Praça Deodoro, no centro de São Luís, foram recolhidas, durante operação da Blitz Urbana, realizada na noite da última quinta-feira (9). As estruturas, que pertencem aos ambulantes que trabalham durante o dia no local, foram encaminhadas à sede do órgão, no bairro da Alemanha. Segundo representantes, serão devolvidas aos responsáveis.

“Não é permitido que os ambulantes deixem quaisquer materiais que trabalham amarrados a postes ou paradas de ônibus nas laterais da Deodoro. Isso atrapalha a locomoção de pedestres e interfere no cenário da cidade. Retiramos pelo menos cinco bancas. Os seus proprietários, inclusive, foram sorteados para ficar no Liceu maranhense. Lembrando que os ambulantes não devem retornar para os locais de onde foram retirados, como por exemplo, Praça Deodoro”, ressaltou Arnoldo de Assis Bastos, superintendente de postura da Blitz Urbana.

A reportagem verificou a presença de comerciantes informais nas calçadas laterais à Praça Deodoro, além de manequins de lojas, que atrapalham o fluxo de pedestres, que precisam se locomover na pista.

A operação da Blitz Urbana começou a ser executada com mais frequência desde que se iniciaram as obras nas Praças Deodoro, do Pantheon, Alameda Gomes de Castro e na Rua Grande, no centro da capital. Comerciantes informais foram deslocados para outras vias, para desafogar os canteiros, onde estão sendo realizadas intervenções.

No mês passado, aproximadamente 100 ambulantes foram retirados da Rua Grande, durante operação realizada pela Blitz Urbana de São Luís, em razão da obra na via, que foi iniciada desde o dia 9 de abril deste ano. Muitos desses trabalhadores foram remanejados para a Rua de Santaninha, o que impede o tráfego de veículos em uma área da via. Operações como essa ainda devem acontecer, segundo o órgão.

SAIBA MAIS
A requalificação urbanística das praças Deodoro e do Pantheon e Alameda Gomes de Castro e da Rua Grande é realizada com recursos públicos provenientes do Governo Federal, por meio do PAC Cidades Históricas, e foi iniciada em 9 de outubro de 2017. A previsão é de que seja concluída em 8 de março de 2019. Quinhentos e quinze dias é o prazo total para a obra de requalificação, com recursos totalizando R$ 31.404.149,59. (Com informações de O Estado)

Leia mais notícias em RadioNoticiaMaranhao.com.br e siga nossas páginas no Facebook, no YouTube e no Instagram. Envie informações à Redação do Rádio Notícia Maranhão por WhatsApp pelo telefone (98) 98770 3557.

DEIXE UM COMENTÁRIO